Número total de visualizações de página

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Noticias do outro lado...25ABR74

Três dias depois da Revolução dos Cravos, que acabou com a guerra colonial, o matutino “Província de Angola” ainda tinha escrito na 1ª página “Visado pela Censura”. No 43º aniversário do 25 de Abril de 1974, o Expresso recorda 43 primeiras páginas dos jornais que se liam em Angola, Cabo Verde, Moçambique e na Guiné. São sete fotogalerias

Na véspera da Revolução dos Cravos o diário “Notícias da Beira” lembrava na primeira página que que a “maioria não branca não tem direito a voto” nas eleições da vizinha África do Sul” 







Para bom leitor meia palavra basta – e a nota sobre as restrições de direitos à população africana na África do Sul também se aplicava a Moçambique e restantes Províncias Ultramarinas, expressão por que passaram a ser designadas as colónias portuguesas depois da reforma constitucional de 1951.







 Em Angola, na véspera da Revolução dos Cravos, o vespertino “Diário de Luanda”, titulava na primeira página: “Durante a visita oficial a Madrid – O Primeiro-Ministro da Líbia Atacou a Presença Espanhola no Sará”. A Líbia de Mouammar Kadhafi – tal como outros países do Magrebe – não via com bons olhos a presença europeia no Sará; Abdussalam Jalloud aproveitou a visita oficial que realizou à Espanha de Francisco Franco para transmitir esta posição.

Este vespertino, o “Notícias da Beira”, “A Voz da Guiné” e “O Arquipélago”, de Cabo Verde, são os quatro títulos do conjunto dos sete que aqui mostramos que saíram no dia da Revolução.















 Fonte

Sem comentários:

A MINHA MÚSICA

Loading...

Pesquisar neste blogue

Seguidores

Governo Moçambique

Governo de Macau

Governo Cabo Verde

Governo Angola