Número total de visualizações de página

terça-feira, 29 de novembro de 2016

A nossa primeira "canadiana"

Puebla de Senabria (1977)
Era uma tarde como tantas outras, em casa junto à mesa redonda que se encontrava na sala de televisão das poucas reuniões familiares que tínhamos, devido não só aos horários dos pais como dos nossos, nesse dia foi-nos anunciado que iríamos inaugurar uma tenda que tinha acabado de ser desembrulhada vinda de Andorra.
Nada disto seria notícia, se não fosse o facto de a tenda ser bem pequena (canadiana) e nós sermos quatro, (16/15/14) e o Pai e ser no mês de Março/Abril de 77.
Hoje vamos todos à janela do RT-74-95 um Austin 1300 azul. Era sempre uma guerra nas viagens que nos separavam de Bragança a Montemor-o-Velho, que fazíamos duas a três vezes por ano.
(Hoje ao ouvir a noticia que o TGV iria chegar perto de Bragança) Puebla da Senabria veio-me à memória esse acampamento da estreia da nossa “canadiana”. Estávamos nas férias da Páscoa, altura ideal para acampar por estes lados. Frio, vento e chuva foi um teste e pêras, mas ficamos a saber que a “canadiana” não metia água.
Ao olhar para trás vejo-me eu e meus irmãos como galinhas na porta espreitando para o desconhecido, água e uma serra enorme à nossa frente. Perguntamos ao meu Pai se a água era quente do fumo que se via! A chuva não nos deixava sair por isso ficamos ali contemplando o horizonte até onde a vista nos deixava ver. E assim adormecemos e de manhã respondendo à pergunta do meu Pai; Voltamos? Em uníssono respondemos sim. Era este amor que ele tinha pela natureza, pelo campismo, as viagens, as conversas sempre no RT-74-95.


Próxima viagem – 70kg de ferro até Monte Gordo.

Sem comentários:

A MINHA MÚSICA

Loading...

Pesquisar neste blogue

Seguidores

Governo Moçambique

Governo de Macau

Governo Cabo Verde

Governo Angola