Número total de visualizações de página

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Sermão do "António" aos eleitores - numa alegoria - Sermão de Santo António aos Peixes

Poderia muito bem ter começado - VOS ESTIS SAL TERRAE mas não.
Decidiu - ET DILECTI carus amicis suis,Quare scripsisti

http://costa2015.pt/porque-vos-escrevo/

...
Estes anos têm sido muito duros  para as pessoas, as famílias e as empresas, feriram-nos na nossa auto estima coletiva, puseram em causa a confiança que depositávamos nas instituições , geraram o sentimento de abandono em muitos territórios, provocaram a descrença no projeto europeu, trouxeram o sobressalto e a instabilidade para o quotidiano, a perda de pensões para os idosos, a precarização para os jovens,  a ameaça do desemprego para todos. Foram anos de grande retrocesso económico e social.

Mas, mesmo assim, muitos se interrogam:  vale a pena votar?  Para quê?, perguntam. Será que é possível governar de forma diferente? Afinal, o que querem fazer de diferente?  Este é o principal  expediente da direita: levar as pessoas a admitir a fatalidade, a inevitabilidade, a impossibilidade de mudar. Recuso esta visão e este fatalismo sem alternativa. Digo, com convicção e com realismo: é possível fazer diferente e fazer melhor, como mostramos desenvolvidamente nos nossos diferentes textos programáticos.

Estas eleições são, de facto, decisivas por 4 razões.

  1. vencer a depressão, a descrença, a resignação
  2. modelo de desenvolvimento  - modelo social 
  3. virar a página da austeridade para relançar a economia, criar emprego de qualidade e com futuro, sanear as nossas finanças públicas.
  4. reassumir uma postura ativa na Europa,  sem submissão nem aventureirismos, que nos permita retomar a convergência e fortalecer a nossa posição no euro.                                                                                                                                                                                                 Retirado daqui

Sem comentários:

A MINHA MÚSICA

Loading...

Pesquisar neste blogue

Seguidores

Governo Moçambique

Governo de Macau

Governo Cabo Verde

Governo Angola