Número total de visualizações de página

quinta-feira, 2 de abril de 2015

ESTA É A MAIS VÁLIDA QUEIXA ...

A nossa língua “perdeu” as suas origens (o latim) sem haver justificação para a forma como agora querem escrever o “NOSSO” PORTUGUÊS DE PORTUGAL. AGORA EXPLIQUEM LÁ AOS ALUNOS COMO SE FORMARAM ESTAS NOVAS PALAVRAS!

É preciso saber um pouco da história/origem das línguas e o Prof. Malaca Casteleiro até parece que nada sabe. Ele até já nem se deve lembrar que era um zé-ninguém quando o Prof. Lindley Cintra era O PROFESSOR de linguística e o Malaquinha era apenas o assistente das aulas de Fonética que detestávamos...
"Acordo" Ortográfico (*)
O novo "acordo" ortográfico é mais uma prova da imbecilidade desta gente que, desde os anos 90, tem governado Portugal!

Nos nossos oito e nove anos tínhamos de fazer aqueles malditos ditados que as professoras se orgulhavam de leccionar. A partir do terceiro erro de cada texto aquecíamos as mãos para as dar à palmatória. E levávamos reguadas com erros como: "ação", "ator", "fato", "tato", "fatura", "reação", etc. Com o novo acordo ortográfico voltam a vencer-nos pois nós é que temos que nos adaptar a eles e não ao contrário. Ridículo...Mas, afinal de onde vem a origem das palavras da nossa língua? Do latim! E desta derivaram para muitas outras línguas da Europa. Até no inglês a maior parte das palavras derivam do latim. Então vejam alguns exemplos:


Em Latim
Em Francês
Em Espanhol
Em Inglês
Até em Alemão, reparem:
Velho Português  (o que desleixámos)
Novo Português (importado do Brasil)
Actor
Acteur
Actor
Actor
Akteur
Actor
Ator
Factor
Facteur
Factor
Factor
Faktor
Factor
Fator

Tact
Tacto
Tact
Takt
Tacto
Tato
Reactor
Réacteur
Reactor
Reactor
Reaktor
Reactor
Reator
Sector
Secteur
Sector
Sector
Sektor
Sector
Setor
Protector
Protecteur
Protector
Protector
Protektor
Protector
Protetor
Selection
Seléction
Seleccion
Selection

Selecção
Seleção

Exacte
Exacta
Exact

Exacto
Exato

Excepté
Excepto
Except

Excepto
Exceto
Baptismus
Baptême

Baptism

Baptismo
Batismo

Exception
Excepción
Exception

Excepção
Exceção
Optimus
Optimum

Optimum

Óptimo
Ótimo

Conclusão: na maior parte dos casos as consoantes mudas das palavras destas línguas europeias mantiveram-se tal como se escrevia originalmente. Se a origem está na velha Europa porque temos que imitar os do outro lado do AtlânticoMais um crime na Cultura Portuguesa provocad pelos nossos pseudo-intelectuais que falam a língua de Camões.

Circulem este e-mail até chegar aos "intelectuais"(**) que fizeram este "acordo". Pode ser que eles abram os olhos.

Exemplos: Será que fui de fato à praia? Na tourada estavam 2000 espetadores! Eu trabalho numa seção com 5 colegas!  etc, etc.

 PS: Porque se escreve Egito se os naturais desse país são Egípcios? Ainda não percebi se com o novo acordo ortográfico os polacos também passaram a ser poloneses, os canadianos agora são canadenses, como se diz nas Terras de Vera Cruz. Inovações sem exageros e com coerência!

  (*) Não existe qualquer acordo mas sim a "Resolução do Conselho de Ministros"n.º8/2011               Nenhum dos países da CPLP subscreveu esta "Resolução" (nem a Guiné Equatorial...!)
 (**)  Relvas & Cª Lda.

Sem comentários:

A MINHA MÚSICA

Loading...

Pesquisar neste blogue

Seguidores

Governo Moçambique

Governo de Macau

Governo Cabo Verde

Governo Angola