Número total de visualizações de página

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Denúncia Deputados Portugueses custam 980% mais que deputados Americanos

A ideia de que os Portugueses pagam mais pela política do que “os outros” (leiam-se: todos os outros) não é nova. Mas houve um blog que decidiu fazer as contas.
O blog “Eu acuso” publicou no início de Agosto, usando fontes da Assembleia da República e do Congresso dos Estados Unidos da América, algumas contas que se podem fazer com dados público.
A conclusão, é que os Portugueses pagam quase mais 1000% a mais pelos deputados do que os Americanos.

As contas

Segundo o blog “matematicamente, os deputados americanos em salários custam a cada um dos norte-americanos 23 cêntimos de euro, enquanto os salários dos deputados portugueses custam a cada um dos portugueses 98 cêntimos“, ou seja, “comparativamente e em proporção aos PIB per capita norte-americano e português, cada um dos deputados portugueses custa per capita 9,8 vezes, ou 980%, mais do que os seus homólogos norte-americano“.
O blog realça ainda que “aqui não contámos com as ajudas de custo de representação, viagens e alojamentos pagos, cartões de crédito, subsídios de renda e de alojamento, e demais subvenções e subsídios no exercício e após o fim do exercício para os deputados portugueses, que podem muito facilmente duplicar a sua remuneração global”

Consulta as contas que levaram a esta afirmação



assembleia_da_republica

As despesas da AR

O Tugaleaks tem noticiado várias informações sobre o funcionamento da Assembleia da República, entre elas:
Assembleia da República gasta mais cinco milhões de euros em 2014: existe neste ano mais despesas de financiamento, despesas de capital, condecorações, e até “vestuário”.
Assembleia da República gasta praticamente 30 euros por dia só em água engarrafada: aquilo que um cidadão não ganha por dia, gasta a Assembleia da República apenas em água engarrafada.
Passos Coelho não quer “independentes” como deputados na Assembleia da República: o próprio Primeiro–Ministro indicou á RTP que não queria pessoas independentes na Assembleia da República por causa da “ingovernabilidade”.

O blog “Eu acuso” termina a sua análise com uma pergunta pertinente: “Portugal, um país falido e ultra-endividado, pode ainda suportar luxos destes com os seus deputados?”

Sem comentários:

A MINHA MÚSICA

Loading...

Pesquisar neste blogue

Seguidores

Governo Moçambique

Governo de Macau

Governo Cabo Verde

Governo Angola