Número total de visualizações de página

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

DONATIVO PROIBIDO DADO PELO BES À FESTA DO AVANTE (???)


... E que tal serem Punidos os dois? Em Portugal, "UMA MÃO LAVA A OUTRA E LIMPAM-SE AS DUAS À MESMA TOALHA", esta Frase tem dois sentidos: O sentido real, como em qualquer outro País, e o sentido de "Parábola Dos Vigaristas Impunes" já não tão divulgada... Enquanto não for Penalizado o Desrespeito pela LEI, em qualquer quadrante, NUNCA PASSAREMOS DE UM PAÍS ATRASADO (mental, social e econòmicamente). 
---------------------------------------------------------------------

DESCULPAS  DE  MAU  PAGADOR !  LATA  NÃO  FALTA  A  ESTES  GAJOS,  NEM  PARA  JURAREM  A PÉS  JUNTOS  QUE  O  CARVÃO  É  BRANCO !  QUESTÃO  DE  INTELIGÊNCIA (OU FALTA DELA...) !!!
In Diário do Distrito
Donativo proibido doado pelo BES à Festa do Avante
12-12-2014, por DD || Foto DR
Categoria: Sociedade
http://diariododistrito.pt/thumbnail.php?file=http://diariododistrito.pt/uploads/news/id2889/PCP.png&width=400&maxh=331

Foi em Março que o ainda Banco Espírito Santo aprovou um donativo de 11 mil euros para a realização da Festa do Avante, que decorre todos os anos em Setembro na Quinta da Atalaia, no Seixal. A edição do jornal Público desta quinta-feira anuncia que o BES terá aprovado um donativo para ser atribuído ao PCP. O Partido Comunista negou ter recebido qualquer verba do BES, mas um documento interno do banco revela o contrário
A noticia caiu no seio do PCP quando o Público desta quinta-feira noticia que o BES aprovou em Março um donativo a ser destinado para a Festa do Avante, que realiza-se em Setembro. O jornal Público teve acesso a um documento do Departamento de Municípios e Institucionais do BES, datado de 24 de Março, no qual se lê: O PCP “solicita que o BES mantenha o apoio à realização da Festa do Avante (que ocorre este ano nos dias 5, 6 e 7 de Setembro) nomeadamente  <> donativo no valor de 11 mil euros”. Na altura a instituição financeira aprovou o ‘donativo’ como o mesmo “estar previsto no orçamento do Departamento de Comunicação para o corrente ano na rubrica de ATM`s - rede caixas multibanco.
O PCP teria que pagar ao BES cerca de 23 mil euros para que a instituição financeira instala-se no recinto da festa caixas multibanco, terminais de pagamento, cofres nocturnos, transporte e tratamento de valores. Desses 23 mil euros os 11 mil euros terão sido descontados do valor que o PCP pagou ao BES pela prestação de serviços realizados durante os três dias da festa, segundo explica o Público, também é proibido por lei: “É vedado aos partidos políticos: )…) receber ou aceitar quaisquer contribuições ou donativos indirectos que se traduzam no pagamento por terceiros de despesas que àqueles aproveitem”, na lei do financiamento dos partidos a mesma é clara e pode-se ler que “é proibido empresas e outras entidades colectivas fazer donativos aos partidos políticos”.
 A resposta que veio do lado do PCP foi que “a relação que a Festa do Avante! detém com o BES/Novo Banco é estritamente de natureza comercial.

Sem comentários:

A MINHA MÚSICA

Loading...

Pesquisar neste blogue

Seguidores

Governo Moçambique

Governo de Macau

Governo Cabo Verde

Governo Angola