Número total de visualizações de página

sábado, 9 de agosto de 2014

Esquema nigeriano chega ao setor automóvel

É uma das formas de burla mais conhecidas na Internet, normalmente associada ao aluguer de imóveis ou Email fraudulentos sobre fortunas ganhas, mas já surgiram casos no sector automóvel.
 Surgiram nos últimos tempos em portais de compra e venda de automóveis pela Europa casos do chamado “esquema nigeriano”, assinalando a chegada ao sector de uma forma de burla até agora especializada em alugueres de imóveis e através do envio de Email a congratular pessoas por terem ganho uma imensa fortuna num país africano.

O caso tem, com ligeiras alterações, a seguinte configuração: uma pessoa que tem um automóvel à venda num portal recebe uma mensagem de um comprador muito interessado em adquirir a viatura, mas pede mais informações e fotos da viatura e também que o caso seja tratado de forma directa através de um contacto de email referido no texto. Após receber uma resposta do vendedor, esta pessoa volta a referir que está muito interessado em adquirir a viatura, mas que tem somente um problema para resolver: o seu banco está-lhe a pedir uma comissão para fazer o envio do dinheiro, uma taxa normalmente entre os 400€ e os 500€.
Amavelmente a pessoa diz que paga metade desse valor, mas pede ao vendedor da viatura que lhe envie os restantes 50% para que ele possa depois fazer o envio da quantia total pela compra da viatura. Normalmente muitas pessoas, desejosas de efectuarem a venda, acedem a este pedido, com o envio desse dinheiro a ser habitualmente feito através das casas de envio de fundos e de câmbios. No entanto, o dinheiro normalmente nunca acaba por chegar, e as pessoas ficam com um prejuízo de 200€ ou 300€ e ainda com o automóvel por vender. 
Este chamado “esquema nigeriano” é uma das mais famosas formas de burla existentes na internet, um embuste com diversas formas e que pode ainda ser ampliado. Nos casos dos portais automóveis, por exemplo, alguns criminosos usam as fotos e informações que lhes foram enviadas pelo anterior vendedor burlado para colocarem eles próprios anúncios a promover a aquisição da viatura, que nem lhes pertence. Para evitar que seja apanhado neste tipo de esquemas, as autoridades referem que qualquer compra e venda de automóvel no espaço cibernético deve ser sempre feita dentro de plataformas oficiais e fidedignas, e nunca negociando por email directamente e à margem destas.

Sem comentários:

A MINHA MÚSICA

Loading...

Pesquisar neste blogue

Seguidores

Governo Moçambique

Governo de Macau

Governo Cabo Verde

Governo Angola